RSS

Dia da poesia – recital – os adultos

23 Mar

Os professores aderiram ao desafio de declamar um poema à escolha e a adesão foi enorme, para surpresa e alegria dos alunos.

Foram professores de todas as áreas disciplinares e de vários ciclos que se atreveram a dar um arzinho da sua graça. Cada um com o seu estilo, pontilharam a manhã de surpresas: pela escolha do poema, pelo tipo de declamação, pela abordagem, pela diversidade.

Descobriu-se que a poesia não é coisa de professor de português. Afinal há humor, amor, raiva, brincadeira, desprezo, queixa e acusação na poesia

Trouxeram com eles o Bocage e o Nicolau Tolentino, o Cesário Verde e O’Neill, Gedeão, Pessoa, Eugénio de Andrade, Mourão-Ferreira, Éluard e Garcia Lorca (na língua original), o Almada Negreiros, o Pedro Barroso, o Álvaro Magalhães, o Carlos Drummond de Andrade…

Houve até quem desse a conhecer o próprio talento e veia artística, como a professora Cláudia Roberto, do Ensino Especial, e o Professor Manuel Nascimento, de Educação Física.

A professora Jesus Margalhos, declamou um poema do João Bentes, aluno desta escola até ao ano passado, mas que esteve presente na festa através deste poema dele que a professora dedicou a todos os presentes.

Anúncios
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: